Licença

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.

domingo, 18 de dezembro de 2016

Máxima: Rainha, Poderosa e Lésbica!

Máxima e Supergirl
Máxima é uma personagem da DC Comics, especialmente dos títulos do Superman. Sendo uma conquistadora alienígena, ela é conhecida por sua busca de companheiros entre a população masculina de superpoderosos da Terra; Como resultado, Superman se torna sua obsessão. Moralmente ambígua, ela ocasionalmente serve como uma adversária para o Homem de Aço e como uma super-heroína, trabalhando como um membro da Liga da Justiça. Na reinicialização da Novos 52, Máxima foi recriada como lésbica.

Nascida como a filha mais velha da família real do planeta Almerac, a ruiva visita a Terra para perseguir o Superman como o único homem digno de ser seu companheiro. Apesar de seu começo como uma déspota, Máxima mais tarde reformou-se e se tornou uma heroína. Eventualmente, ela foi morta pelo super-vilão Imperiex durante a saga "Nossos Mundos em Guerra" (Our Worlds at War). Ela tem sido um membro da Justiça Extrema, da Força Tarefa da Liga da Justiça e do Esquadrão de Vingança do Superman. Máxima foi criada por Roger Stern e George Perez, e sua primeira aparição foi na Action Comics #645 (1989).

Máxima revela seus sentimentos
a Kara em Supergirl #40
Na Novos 52 (The New 52), uma Máxima mais jovem e renovada (e ainda uma princesa) é brevemente introduzida na edição de Supergirl #36 como um distinto membro da Crucible Academy ("Academia Severa"?; não sei ainda o nome na versão brasileira), uma organização intergaláctica que treina os melhores espécimes da galáxia para se tornarem protetores dos seus próprios planetas. Ela passa as edições seguintes desenvolvendo uma ligação com Kara Zor-El (Supergirl) antes de revelar na edição #40 que está emocional e sexualmente atraída por ela. A homossexualidade de Máxima é a razão pela qual ela deixou sua terra natal e as demandas de sua cultura para encontrar um parceiro heterossexual para produzir filhos. Ela revela para Kara que sequer sente atração por homens e que somente Kara é a representação de tudo o que ela imaginava encontrar em alguém que pudesse amar. Kara, como a grande amiga que é, sente-se feliz pela amiga lutar pelo direito de ser quem é e de fazer parte da história da princesa almeraciana.

Poderes e habilidades
Como uma descendente do sangue real de Almerac, Máxima comanda uma vasta gama de imensos poderes psiônicos que vêm da reprodução seletiva e de anos de terapia genética que ela pode utilizar em uma variedade de maneiras. Em seu primeiro encontro cara a cara com Superman, ela exibiu um elevado nível de poderes psiônicos, como psicocinese e controle aparentemente hipnótico da mente. Máxima pode usar seus poderes psiônicos para se dar força sobre-humana, suficiente para se provar uma oponente eficaz no combate corpo a corpo com a Família Super (Superman, Supergirl e Superboy). Ela também tem resistência melhorada, bem como algum grau de velocidade sobre-humana.

Através da aplicação hábil dos seus poderes psiônicos, Máxima tem mostrado emitir poderosos raios ópticos que podem atordoar até o Superman e ela pode criar campos de força quase impenetráveis. Ela também é capaz de teletransportar a si e a outros através de vastas distâncias, até mesmo para outros mundos. Na primeira batalha com Apocalipse (Doomsday) em Adventures of Superman #498, Máxima é a única nessa encarnação da Liga da Justiça além do Superman que é capaz de realmente ferir Apocalipse e de suportar os golpes do monstro.

No seriado "Supergirl"
Máxima aparece em Supergirl no episódio 1x19, intitulado "Myriad" (abril de 2016). A malvada e poderosa Rainha do Império Almeraciano é prisioneira no quartel-general do D.E.O. (Department of Extra-Normal Operations [em português: D.O.E., Departamento de Operações Extranormais]) e é interpretada pela atriz, modelo, lutadora profissional e instrutora de jiu-jitsu brasileiro Eve Torres Gracie.

Eve é esposa de Rener Gracie, lutador americano da famosa Família Gracie, família de artistas marciais brasileiros conhecida por desenvolver o jiu-jitsu brasileiro (BJJ na sigla em inglês) e que se mudou para os Estados Unidos para se dedicar mais às lutas.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Super Gay Friends!

Super Gay Friends!
Daken, Hulkling, Wiccan, Northstar, Colossus, Anole, Shatterstar, Rictor